Sustainable Development

Olive Oil

  

Azal.crop

AZEOL.crop

Coope. Agricola Beja e Brinches.crop

 

CAMoura e Barrancos.crop


CAVidigueira.crop

 

Casa Branca.crop

 

CAOMurça1.crop

COValpaços1.crop

JCCoimbra1.crop

 

Leopoldino Freitas.crop

Maçarico.crop

Olivais do Sul.crop

 

Olivamoura.crop

 

Prolagar.crop

Risca-Grande.crop

 

SAParrinha1.crop

Sonaz.crop

Sovena.crop

 

TAIFAS.crop

LOGO Terra Premium.crop

Vitor Guedes.crop

 Unique Portuguese Taste

Azcoa

 Sovena Oleoseeds Logo

Wine

  

ACRedondo.crop

ACVermelha.crop

ACCarvoeira.crop

 

Adega Cooperativa de favaios1.crop


Adega Coop Figueira do Castelo Rodrigo1.crop

 

ACFreixo Espada à Cinta.crop

 

ACGouxa.crop

ACPonte da Barca1.crop

ACVidigueira Cuba Alvito1.crop

AC Cadaval.crop

ACDois Portos.crop

ACLabrugeira.crop

 

Adriano Ramos Pinto.crop

 

ATEVA.crop

Bernardinos e Carvalho.crop

 

Carmim1.crop

CAMonte dos Pardais.crop

Casa Santos Lima.crop

 

Casal Branco crop

cavipor.crop

CACerrado da Porta1.crop

 

Companhia das Lezírias.crop

CAGranja.crop

  

Dão Sul.crop

 

ERTA.crop

Encostas de Estremoz.crop

 

Enoport.crop

 

Esporão1.crop

Fita Preta.crop

 

Fundação Eugénio de Almeida.crop

 

garcias1.crop

Goanvi.crop

GRANACER.crop

 

Hacienda Branca.crop

Henrique Uva.crop

Herdade da Ajuda.crop

 

Herdade da Comporta1.crop

Herdade do Outeiro Diniz.crop

Herdade do Rocim.crop

 

Herdade do Perdigão.crop

JJMR1.crop

João M Barbosa.crop

 

Logowines.crop

Monte da Capela1.crop

Monte do Trevo.crop

 

Monte do Verdelho1.crop

Niepoort1.crop

Olicepa.crop

 

Paulo Laureano1.crop

Pinhal da Torre.crop

Porto Bouga1.crop

 

Quinta da Pedra1.crop

Quinta da Plansel.crop

Quinta do Dão Bella Encosta1.crop

 

Quinta do Montalto.crop

Quinta do Piloto.crop

Quinta do Pinto.crop

 

Quinta Quetzal1.crop

Quinta do Zambujeiro.crop

Roquevale.crop

 

Sabores do Campo1.crop

Serrano Mira.crop

Sivipa1.crop

 

SAColinas de Sao Lourenco.crop

Soc. Agri. Sossega.crop

SATorre do Frade.crop

 

SAPias1.crop

Soc. Agri. D. Dinis1.crop

SAGabriel Irmãs.crop

 

SAQuinta da Várzea1.crop

 Soc. Agri. Romarigo1.crop

 
SVinhos e Sabores.crop
 
 SASilvestre Ferreira.crop SVinhos Vitor Matos.crop


Venâncio da Costa Lima.crop

 

 

 Vieira de Sousa.crop

 Vinhos Filipes.crop

 
Alorna logo

Fruits and Vegetables

  

80g

Abrunhoeste

Agromais

 

Alshihabi Agricultura


APH

Bucelfruta

 

Cerci Beja

CABombarral

CAMangualde

 

Campotec

cofral

ComHorta

 

Cooperfrutas

Coopval

 

Dardico V2

 

emergosol

Espagri

Estevão Luís Salvador

 

Eurobatata

Eurofrutas crop

Evaristo Luis Matos

 

ferreira da silva

Frutadivina

Frutalmente

 

Frutalvor crop

Frutas Patrícia Pilar

Frutoeste crop

 

Granfer

Hortas da Aldeia crop

Horticilha crop

 

Lizberries

Lusopêra

Luís Vicente

 

Madrefruta

Manuel Duarte Cruz

Mundial Rocha

 

Naturar

Nuvifruits

Obirocha

 

O Melro.crop

Painho

Paxberry

 

Pera do Monte

Portugal Fresh

Primorfruta

 

Primores do Oeste crop

Prosa

Ribahorta

 

Rubus e Aromas

Sortegel crop

Soutos da Vila

 

Sudoberry.crop

Torriba.crop

Vitacress

 

Vale da Rosa

FNOP logo

frioberry-logotipo v2

 Luis Sabbo Logo

2014

Available Soon

2013

A 1ª Edição do Projeto de Responsabilidade Social da CONSULAI arrancou no final de 2012 e já surgiram os primeiros resultados. Este projeto, a que chamámos “Iniciativa Crescer”, destina-se a promover a agricultura e os produtos agroalimentares junto de um público jovem em idade escolar e em universidades. A primeira iniciativa foi realizada em parceria com a Escola Secundária Fernão Mendes Pinto de Almada, inserida nos módulos de Consumo Sustentável e Empreendedorismo da disciplina Educação para a Cidadania em articulação com a Biblioteca Escolar. O apoio da professora bibliotecária Carla Crespo foi inestimável e uma parte fundamental para o sucesso da Iniciativa.

A Luis Vicente, SA aderiu à iniciativa abrindo as portas da sua central de embalamento de fruta aos alunos que demonstraram interesse em visitá-la e a Interdoces, Lda fez a delícia dos professores e alunos com a oferta de alguns produtos do seu portefolio, nomeadamente uma cuidada seleção de gomas.

 

                           

 

Na 1ª Edição da Iniciativa Crescer desafiámos seis turmas do 9º ano da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto do Pragal (Almada) a apresentar um modelo de negócio criativo em torno de um dos frutos portugueses com maior sucesso no mercado nacional e internacional - Pera Rocha do Oeste. A ferramenta para criação do modelo de negócio apresentado às diferentes turmas, foi o “Business Model Canvas”. Este modelo, que foi impresso numa folha de papel A2, consistia numa tela divida nas nove áreas mais representativas das áreas chave de uma empresa:

  1. Segmentos de Clientes: Define os grupos de pessoas ou as organizações que uma empresa visa atingir e servir;
  2. Canais: Identifica a forma como a empresa comunica e tenta influenciar os seus Segmentos de Clientes para proporcionar uma Proposta de Valor;
  3. Relações com os Clientes: Tipo de relações que uma empresa estabelece com Segmentos de Clientes específicos;
  4. Propostas de Valor: Conjunto de produtos e serviços que criam valor para Segmentos de Clientes específicos;
  5. Recursos Chave: Descreve os ativos mais importantes para o funcionamento do modelo de negócio;
  6. Atividades Chave: Descreve as tarefas mais importantes que uma empresa deve executar para conseguir que o seu modelo de negócio funcione;
  7. Parcerias Chave: Descreve a rede de fornecedores e parceiros que permitem fazer o modelo de negócio funcionar;
  8. Estrutura de custos: Descreve todos os custos envolvidos na operacionalização do modelo de negócio;
  9. Fluxos de rendimento: Representa o proveito que uma empresa gera a partir de cada Segmento de Clientes.

O objetivo que se pretendia atingir consistia em dar a conhecer os fundamentos básicos de um negócio e os fundamentos do empreendedorismo ao mesmo tempo que se refletia e se aprendia sobre a importância do setor agrícola e agroalimentar, em particular da sub-fileira da Pera Rocha do Oeste. Dado o público-alvo e a ligação com a disciplina Educação para a Cidadania abordou-se também o tema do consumo sustentável, nas vertentes ambientais e da saúde humana. O trabalho decorreu durante o 2º período do ano letivo 2012/2013, em que se construiu a maleta pedagógica, com o apoio da Consulai, que participou ativamente na capacitação dos alunos e dos professores, nomeadamente no enquadramento do setor da Pera Rocha do Oeste e na construção da tela do modelo de negócio.

Ao longo do 2º período do ano letivo 2012/2013, trabalhámos em conjunto com a Biblioteca Escolar desenvolvendo os conteúdos para integrar na disciplina Educação para a Cidadania, no módulo sobre Consumo sustentável. O desafio era ambicioso e todas as turmas tiveram de trabalhar e estudar a importância da Pera Rocha do Oeste e a sua relação com o Consumo Sustentável, ao mesmo tempo que iniciavam os trabalhos prospetivos de pesquisa de produtos relacionados com a Pera Rocha do Oeste.

Apresentado o conceito, definiram-se os critérios de avaliação para selecionar os vencedores e o prémio final. Os parâmetros de avaliação definidos foram:

• Rigor da informação; 

• Criatividade / produto diferenciador e inovador; 

• Estrutura do trabalho.

O prémio final, a atribuir à turma vencedora consistia numa visita de estudo a uma central de embalamento de Pera Rocha do Oeste e a um pomar desse fruto. Em cada turma foram criados grupos de trabalho, de 4-5 elementos, que entre si desenvolveram a sua tela de Modelo de Negócio. Cada turma elegeu o grupo que a representaria como finalista e o trabalho final, que consistia na apresentação da tela de negócios em vídeo, foi avaliado por um painel constituído pela direção da Consulai, um agricultor e um membro da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto. Os resultados foram muito interessantes e superaram as expetativas do júri.

RESULTADOS

Após a avaliação dos trabalhos selecionaram-se duas turmas vencedoras:

Os temas apresentados por estes dois grupos foram: 

• Chá de Pera Rocha do Oeste

• Bolachas energéticas para atletas

Somente estas turmas reuniram as condições e os critérios de avaliação definidos. Não obstante, foram apresentadas outras telas de modelos de negócio, nomeadamente um exfoliante à base de casca e resíduos provenientes da semente e pecíolo de Pera Rocha do Oeste!

O prémio atribuído às duas turmas vencedoras consistiu na oportunidade de visitar a central de embalamento de fruta da Luis Vicente, SA e um pomar desta fruta, onde se realizou um peddy paper temático.

Pela avaliação da satisfação dos alunos e professores envolvidos, o balanço da iniciativa foi extremamente positivo. Estamos certos de ter “marcado” estes jovens com memórias do melhor que se faz na agricultura e no sector agroalimentar em Portugal e esperamos que no futuro, pelo menos alguns deles, possam seguir a sua carreira académica e profissional nesta área.

Diversas escolas, ao tomarem conhecimento da iniciativa da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto, em sede de reunião de professores bibliotecários, sentiram-se motivados a solicitar a celebração de parcerias idênticas com a CONSULAI, facto que nos deixou extremamente orgulhosos e com o sentimento de dever cumprido.

Este foi apenas o início de um conjunto de iniciativas que gostaríamos de ver crescer e replicar noutras instituições de ensino, sempre aliadas a práticas de desenvolvimento sustentável e de responsabilidade social no sector agrícola e agroalimentar.